Fraturas no ombro – saiba mais sobre as fraturas na escápula

Problemas ortopédicos têm dores intensificadas no inverno
23 de julho de 2019
Saiba as implicações de ser um atleta de fim de semana
13 de agosto de 2019

As fraturas na região do ombro, que compreende a extremidade proximal do úmero, a clavícula e a escápula, são frequentes e correspondem a cerca de 5% de todas as fraturas do corpo humano.

As fraturas da escápula são mais raras, normalmente causadas por acidentes de maior intensidade. “Muitas vezes são associadas a lesões graves, como traumatismo craniano e de tórax”, afirma o Dr. Henrique Pellacani Fernandes Soutello, ortopedista do Centro Ortopédico Paulistano (COP), especialista em ombro.

 

 

 

 

 

 

 

 

O médico acrescenta que o tratamento geralmente é conservador, com tipoia, sendo a cirurgia indicada apenas em alguns casos específicos. “Se o tratamento for inadequado, o paciente pode sofrer sequelas, como a diminuição da função do membro superior”, comenta o Dr. Henrique.

Apesar de serem mais comuns em ocorrências de forte impacto, essas fraturas podem acontecer após traumas leves do cotidiano. “Portanto, o acidente sendo grave ou não, a recomendação é sempre procurar um médico”, conclui o ortopedista do COP.

Fonte: Comunica – Assessoria em Comunicação

//]]>