Como prevenir a lombalgia ou amenizar os sintomas da dor lombar

Saiba como prevenir lesões nos joelhos durante a prática esportiva
29 de setembro de 2021
Fraturas decorrentes de quedas são comuns entre idosos. Saiba como evitar
27 de outubro de 2021
como prevenir a lombalgia

Dor na lombar (lombalgia)

A dor na região lombar da coluna, conhecida como lombalgia, pode ter diversas causas. Mas afinal, como prevenir a lombalgia ou amenizar os sintomas?

A queixa de dor no final da coluna vertebral é a segunda maior causa de ida dos pacientes aos consultórios médicos e clínicas ortopédicas; só perde para a dor de cabeça.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 80% da população mundial apresenta pelo menos um episódio de dor na coluna ao longo da vida.

De acordo com o Dr. Fabrício Ueno, especialista em Coluna do Centro Ortopédico Paulistano, o principal sintoma é a dor na região lombar.

Essa dor pode ser acompanhada, inclusive, de irradiação para os membros inferiores, como pernas e pés.

Entre as principais causas da dor lombar, estão, por exemplo, patologias na coluna vertebral, doenças cardiovasculares e problemas abdominais.

As lombalgias podem ser agudas, com duração de até três semanas, ou crônicas quando a dor persiste por mais de 12 semanas.

A doença, segundo o ortopedista, pode ser limitante do ponto de vista mecânico-postural, ou seja, a pessoa pode sentir dor ao virar o tronco para o lado ou mesmo ao fazer movimentos simples, como rotação, extensão ou flexão.

Como é feito o diagnóstico da lombalgia

Qualquer pessoa pode sofrer de lombalgia, desde o adulto jovem até o idoso.

“É muito raro uma criança apresentar dor lombar, com limitação funcional. Se ocorrer, requer uma investigação detalhada”, afirma o médico.

O diagnóstico da lombalgia é feito, inicialmente, com exame clínico e histórico do paciente.

“A partir de 15 dias, permanecendo a dor, a indicação é fazer exames complementares, por exemplo, uma radiografia, entre outros.

Como é feito é o tratamento da dor lombar

Na maioria dos casos, a dor lombar pode ser tratada com analgésico, anti-inflamatório, repouso e, eventualmente, mudança de hábitos.

Já nos casos crônicos, ou seja, que não melhoram com tratamento conservador ou evoluem com piora progressiva, a recomendação pode ser cirúrgica.

“O paciente pode ser encaminhado para um procedimento intervencionista da dor ou mesmo para uma cirurgia”, afirma o Dr. Fabrício.

Como prevenir a lombalgia

A seguir algumas dicas de como prevenir as dores na região lombar:

• mantenha um estilo de vida saudável;
• controle o peso de forma proporcional à altura;
• pratique atividades físicas para fortalecer a região do abdômen;
• sempre que possível, alongue a musculatura lombar e a região posterior das coxas.

Já no dia a dia, o médico recomenda ficar atento à postura, adotando alguns hábitos:

• sente-se com a coluna devidamente apoiada no encosto da cadeira;
• mantenha os pés apoiados no chão;
• evite pegar excesso de peso;
• evite ficar na mesma posição por muito tempo.

Leia mais:

Como cuidar bem da sua coluna 

Cirurgia endoscópia da coluna entra no Rol da ANS

 

Fonte: Comunica – Assessoria em Comunicação 

//]]>