Acidentes por mergulho passam a ser a segunda maior causa de lesões na coluna durante o verão

Saiba escolher a mochila escolar ideal para as crianças
21 de janeiro de 2020
Dicas para evitar lesões no joelho durante o Carnaval
21 de fevereiro de 2020

No verão, os acidentes provocados pelo mergulho em águas rasas representam a segunda principal causa de lesões medulares, segundo a Sociedade Brasileira de Coluna (SBC).

Fora da estação, esse tipo de trauma na coluna ocupa a quarta posição. Esse aumento ocorre porque o destino de férias de muitas pessoas nessa época do ano são as praias, rios, piscinas e lagos.

De acordo com a SBC, na maior parte das vezes, as vítimas são jovens, adolescentes e crianças.

Para o Dr. Fabrício Ueno, do Centro Ortopédico Paulistano, esse tipo de trauma pode levar à perda de força parcial ou total dos membros superiores e inferiores. “Ao cair e bater a cabeça no fundo da água, o peso do corpo todo é transferido para a coluna cervical e isso pode provocar uma fratura grave na região”, alerta.

O especialista em coluna do COP afirma que a prevenção é a melhor medida para evitar esse tipo de lesão. “As principais recomendações são não exagerar em bebidas alcoólicas e em nenhuma hipótese mergulhar de cabeça em um local desconhecido”.

A Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) em parceria com a Sociedade Brasileira de Coluna (SBC) lançou uma campanha sobre esse assunto, para saber mais, acesse http://portalsbc.org/sbot-lanca-campanha-sobre-riscos-de-mergulhar-em-aguas-rasas/ 

Fonte: Comunica – Assessoria em Comunicação

//]]>